Minurcat em luto por morte de três militares no Chade

9 abril 2009

Um militar francês da força da União Europeia terá assassinado dois companheiros e um capacete-azul togolês num acampamento no este do Chade.

João Rosário, para a Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão das Nações Unidas para a República Centro Africana e para o Chade, Minurcat, expressou o seu pesar em relação à morte, esta terça-feira, de um militar da força de manutenção de paz e de dois soldados da União Europeia, Eufor.

As três mortes ocorreram num acampamento militar em Abeché, no este do Chade e o responsável pelas mortes é um companheiro das vítimas.

Incidente

Num comunicado, a Minurcat informa que um soldado francês da Eufor matou dois militares da mesma força e um capacete-azul togolês. A nota diz que ainda estão por determinar as razões do crime.

As autoridades chadianas estão a colaborar com a Minurcat e com a Eufor nas investigações sobre o incidente e a procurar o responsável pelas mortes.

Minurcat e Eufor anunciaram que o incidente não põe em questão a confiança mútua.

Missão

O Conselho de Segurança da ONU aprovou em Setembro de 2007 o estabelecimento de uma presença multi-dimensional das Nações Unidas, compreendendo forças militares da União Europeia, no Chade e na República Centro Africana.

A presença da missão tem como objectivos a protecção dos civis e permitir o acesso de milhares de pessoas em dificuldades à ajudar humanitária.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud