ONU participa de força-tarefa sobre economia verde
BR

1 abril 2009

Iniciativa, lançada nesta terça-feira em Londres, pretende promover economia baseada em baixa emissão de gás carbônico.

Michelle Alves de Lima, da Rádio ONU em Nova York.*

Funcionários da ONU vão integrar uma força-tarefa global, que foi lançada, nesta terça-feira, em Londres, com a missão de desenvolver uma série de projetos práticos para estimular uma nova economia com baixo teor de carbono.

A iniciativa partiu de um convite à comunidade internacional do premiê britânico Gordon Brown, feito em janeiro durante o Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça.

Trabalho Conjunto

A força-tarefa abrange governos, agências e fundos da ONU, entre eles o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma. A agência vai ajudar na criação de milhares de "trabalhos verdes", além de estimular um crescimento global econômico numa direção mais sustentável.

O diretor-gerente do Fórum Econômico Mundial, Richard Samans, enviou uma carta ao premiê britânico dias antes da reunião do G-20, que começa nesta quinta-feira.

O grupo é formado pelas 20 maiores economias do mundo e inclui Brasil, China e África do Sul.

Oportunidade

Segundo Samans, estratégias de crescimento de baixo carbono combinadas com injeções de estímulo econômico são fundamentais num momento de crise financeira.

O diretor-executivo do Pnuma, Achim Steiner, disse que os governos do G-20 têm agora a chance de demonstrar sua determinação em transformar a crise atual numa oportunidade de investimento ambiental. Para Steiner, parte dos pacotes de vários trilhões de dólares pode ser investida em programas de baixo teor carbônico.

*Apresentação: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud