Polícia do Timor volta a controlar mais áreas no país
BR

30 março 2009

Anúncio foi feito na sexta-feira pela Missão da ONU, Unmit; onda de violência em 2006 obrigou militares das Nações Unidas a assumir comando interino da segurança na ex-colônia portuguesa.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O governo do Timor-Leste e a Missão da ONU no país, Unmit, anunciaram que a polícia local voltará a controlar algumas áreas do Timor, pela primeira vez, desde a onda de violência que começou em maio de 2006.

Na época, a polícia das Nações Unidas, Unpol, teve que assumir a responsabilidade pela segurança, de forma interina.

Detalhes

O representante especial do Secretário-Geral no Timor, Atul Khare, disse que a troca de comando representa um passo importante no processo de estabilidade política do país.

Segundo um anúncio, feito na sexta-feira, a Polícia Nacional do Timor-Leste, conhecida como Pntl, reobterá o controle do distrito de Lautém seguido de Manatuto, assim que os detalhes do acordo de transferência forem concluídos.

Durante a onda de violência na ex-colônia portuguesa, em 2006, dezenas de pessoas morreram e 155 mil foram obrigadas a fugir de suas casa.

Treinamento Intensivo

Os combates, entre regiões do oeste e leste do país, começaram após a demissão de 600 soldados rebelados, o equivalente a 1/3 das Forças Armadas.

Mas com o retorno à normalidade, a Unmit começou um treinamento intensivo para agilizar a transferência de comando aos militares timorenses.

Outros distritos devem voltar à responsabilidade da polícia local após o encerramento da fase de avaliações técnicas pela ONU e pelo governo.

*Apresentação: Eduardo Costa, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud