ONU vai debater uso de mercenários

30 março 2009

Grupo de Trabalho das Nações Unidas está a elaborar novos instrumentos legais para regularizar as actividades de exércitos privados e empresas de segurança.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Representantes de Estados membros, sociedade civil, ONGs, de grupos militares privados e empresas de segurança vão discutir as novas formas de mercenarismo a partir desta segunda-feira em Genebra.

A sexta sessão do Grupo de Trabalho da ONU sobre o uso de mercenários decorrerá até sexta-feira, dia 3 de Abril.

O grupo está actualmente a elaborar novos instrumentos legais para regularizar as actividades de exércitos privados e empresas de segurança.

Recrutamento

Na semana passada, o Conselho de Direitos Humanos pediu ao grupo para consultar uma gama variada de actores sobre o conteúdo e alcance dos novos instrumentos legais.

A sessão abordará também futuras consultas em África, Ásia e Europa, onde especialistas da ONU tentarão obter uma perspectiva regional sobre as práticas actuais de mercenarismo, incluindo o recrutamento de pessoal para empresas privadas de segurança.

O Grupo de Trabalho da ONU sobre a questão tem também agendada uma visita aos Estados Unidos, a convite do governo norte-americano.

O grupo é composto de cinco relatores independentes e foi criado em 2005 pela Comissão de Direitos Humanos, órgão que foi substituido pelo conselho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud