Poluição mata 2 milhões de forma prematura todos os anos

23 março 2009

Dia Mundial da Meteorologia, comemorado neste 23 de Março, destaca o impacto da temperatura e qualidade do ar sobre a saúde das pessoas.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

As Nações Unidas comemoram, nesta segunda-feira, o Dia Mundial da Meteorologia com um alerta sobre a influência das condições da temperatura na saúde das pessoas.

Sob o tema "Tempo, Clima e o Ar que Respiramos", a ONU sugere que a qualidade de previsões, dados e pesquisas sobre o tempo pode ser útil para prevenir doenças relacionadas com a má qualidade do ar.

Industriais

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, pelo menos 2 milhões de pessoas morrem, de forma prematura, todos os anos, por causa da poluição atmosférica.

Maria Neira, directora do Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, disse à Rádio ONU, de Genebra, que a saúde das pessoas está directamente ligada à qualidade do ar que respiram.

"Muitos dos gases que contribuem para mudanças climáticas são as mesmas emissões industriais que contaminam o ar e causam problemas de saúde. É por isso que os dois factores, mudanças climáticas e saúde, estão ligados. Queremos começar a promover uma melhor qualidade do ar que respiramos para melhorar a saúde das pessoas" afirmou.

Aquecimento

O secretário-geral da Organização Mundial de Meteorologia, OMM, Michel Jarraud, disse que muitos gases poluentes como monóxido e dióxido de carbono são resultado do processo de industrialização, típico de áreas urbanas.

Cientistas da ONU revelam que a média global da temperatura aumentou 0,7 grau Celsius de 1905 a 2005.

Segundo especialistas, os níveis mais altos de aquecimento se traduzem em mais poluição do ar.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud