ONU reforça cooperação para combater drogas (Português para o Brasil)

23 março 2009

52ª. Sessão da Comissão sobre Narcóticos terminou, na semana passada, com promessas de países de partilhar informações e responsabilidades no controle de entorpecentes.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Líderes de mais de 100 governos adotaram, em Viena, na Áustria, o esboço de uma declaração e de um plano de ação com políticas de combate a drogas ilegais, para a próxima década.

A medida faz parte dos esforços da ONU em alargar a cooperação entre os países na resolução do problema. O encontro terminou na sexta-feira passada.

Estratégias

A declaração menciona a responsabilidade compartilhada por todos os países e o papel da saúde em estratégias e políticas internacionais.

Uma dos destaques do plano de ação é a redução do fornecimento ilegal de drogas e remédios, além de controle no uso de anfetaminas.

Os governos também prometeram encontrar alternativas a plantações que levam à produção de narcóticos como por exemplo, da folha de coca e da papoula.

Jovens

A especialista em prevenção à criminalidade do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes, Alexandra Martins, disse à Rádio ONU, de Viena, que o uso das drogas sintéticas, como ecstasy, por exemplo, está aumentando entre os jovens, é um motivo de preocupação em muitos países.

"O grande desafio está no fato de que, na maioria das vezes, os usuários não sabem o que estão tomando, e não estão informados sobre os problemas sérios decorrentes do uso destas drogas. Há muitos casos de pessoas que morreram devido ao consumo de ecstasy. É importante a implementação de programas e de ações que visem a aumentar e trocar informações sobre os efeitos adversos do uso de drogas sintéticas e quais são as rotas percorridas pelo produto", explicou.

Prevenção

O diretor-executivo do Unodc, Antonio Maria Costa, disse que não existe escolha entre saúde, que seria o controle de drogas, e segurança com a prevenção ao crime. Segundo ele, os dois se completam.

O evento em Viena reuniu mais de 1,4 mil participantes de 130 países.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud