Unodc cria kits para testar drogas em áreas remotas

23 março 2009

Os kits tem o tamanho de uma pasta de mão e são feitos de plástico resistente a água e choques; cada exemplar contem reagentes para a realização de mais de 500 testes.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Escritório da ONU contra Drogas e Crime, Unodc, criou kits para testar estupefacientes em áreas remotas do mundo onde não existem laboratórios.

O kit tem o tamanho de uma pequena pasta de mão e contêm reagentes para a identificação das drogas mais consumidas no mundo como o canabis, ópio, morfina, cocaína e heroína.

Eles fornecem aos polícias e guardas fronteiriços um meio simples e eficaz, com cores diferentes para testes positivos e negativos, para a identificação preliminar de drogas.

Plástico

Os kits são feitos de plástico resistente a água e choques, estampado com o logo azul da ONU. Podem ser usados em todos os tipos de terreno e condições metereológicas.

Cada kit contem reagentes suficientes para a realização de mais de 500 testes. Existem também modelos de bolso. Cada exemplar é acompanhado de instruções em várias línguas e a Unodc fornece formação para o seu uso.

Em caso de resultado positivo, a agência da ONU sugere o envio da substância suspeita para um laboratório especializado, para a confirmação final.

Encorajadores

A Unodc tem vindo a enviar esses kits para a o sudeste e centro da Ásia, a África Subsaariana e as Caraíbas. Segundo Justice Tettey, chefe do Departamento Científico da agência, os resultados tem sido encorajadores até agora.

No Afeganistão, por exemplo, a polícia usou os kits para identificar químicos que estavam a ser utilizados no processamento da heroína.

Segundo dados da ONU, o número de consumidores de estupefacientes equivale a 5% da população mundial.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud