Brasil reforça parcerias com ONU

9 março 2009

Inaguração de Armazém Humanitário, na semana passada, permitirá envio mais rápido para regiões como Faixa de Gaza e Haiti.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O governo brasileiro anunciou que está reforçando suas operações de assistência humanitária, muitas delas em parceria com as Nações Unidas.

Na última segunda-feira, foi inaugurado no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, o Armazém Humanitário. O local servirá para estocar carregamentos de alimentos e donativos para serem enviados, por aviões da FAB, para áreas de emergência.

Responsabilidade

O coordenador-geral de Ações Internacionais de Combate à Fome no Brasil, Milton Rondó, explicou à Rádio ONU, do Rio de Janeiro, que o processo de licitação obedece critérios de responsabilidade social.

"A gente mantém isso como política. Instruímos nossas embaixadas a comprar de empresas social e ambientalmente responsáveis. No caso da agricultura, isso é basicamente agricultura familiar", afirmou.

Antes de enviar ajuda às vítimas do conflito na Faixa de Gaza, em janeiro, o Brasil mandou um navio para o Haiti com carregamento de alimentos para as vítimas dos furacões na ilha caribenha.

Milton Rondó disse que a ajuda das tropas da Minustah é fundamental para fazer os alimentos chegarem a quem precisa.

Segurança

"A Minustah tem sido muito importante para nós porque tem distribuído as doações que são volumosas. Eles levaram por terra agora mais uma partida até Gonaives. Eles têm sido uma grande ajuda para distribuir os alimentos com segurança e dar também segurança ao contribuinte brasileiro que é o doador destes alimentos", afirmou.

Cada caixa do Armazém Humanitário contém carne, sardinhas em lata, açúcar, leite em pó, biscoitos, macarrão instantâneo e farinha de milho. O armazém tem em seus estoques fora do Aeroporto Internacional, cerca de 120 toneladas de alimentos.

*Reportagem: Giancarlo Summa, UNIC-RIO, Rio de Janeiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud