ONU desmobiliza crianças na RD Congo

5 março 2009

A desmobilização ocorreu entre 30 de Janeiro e 2 de Março; elas foram entregues pela missão da ONU na RD Congo a ONGs para serem reintegradas nas suas famílias e comunidades.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A missão de paz da ONU na República Democrática do Congo, Monuc, desmobilizou 880 crianças associadas a grupos armados na volátil província de Kivu Norte, no leste do país.

Um porta-voz da missão disse numa conferência de imprensa em Kinshasa que a grande maioria dos 839 rapazes e 41 raparigas eram congoleses, mas que também havia crianças do Ruanda, Burundi e Uganda.

A desmobilização das crianças ocorreu entre 30 de Janeiro e 2 de Março. Elas foram entregues pelo Escritório de Protecção Infantil da Monuc a ONGs para serem reintegradas nas suas famílias e comunidades.

Reintegração

A separação de crianças de grupos armados constitui uma das principais prioridades da missão das Nações Unidas na RD Congo. A Monuc apelou a todas as partes congolesas para continuarem os seus esforços nessa área, afim de acelerar a reintegração das crianças na vida civil, o mais depressa possível.

Falando na mesma conferência de imprensa, um representante do Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, revelou um aumento nos ataques contra trabalhadores humanitários em várias regiões de Kivu Norte. 22 ataques tiveram lugar desde o início do ano.

A situação humanitária no Kivu Norte é descrita pela ONU como dramática, com cerca de 850 mil deslocados internos. Desse total, 250 mil foram forçados a fugir das suas casas desde Agosto último.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud