Ban pede ação rápida contra degelo do Kilimanjaro (Português para o Brasil)

27 fevereiro 2009

Secretário-Geral sobrevoou monte mais alto da África e disse que o aquecimento global está fazendo desaparecer, aos poucos, a calota da geleira.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York*.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou, nesta quinta-feira, que o mundo precisa agir rapidamente para combater os efeitos das mudanças climáticas.

Ele fez a declaração após sobrevoar o Monte Kilimanjaro, na Tanzânia, e ver de perto o degelo da montanha mais alta da África.

Escassez de Água

Segundo Ban, caso nada seja feito, em poucos anos, não deverá ser possível avistar a calota da geleira que foi reduzida, de forma impressionante, nas últimas décadas, por causa do aquecimento global.

Num discurso a jornalistas, em Dar es Salam, Ban lembrou a situação dos pequenos agricultores nos arredores do Kilimanjaro e da escassez de água na região.

Segundo ele, os moradores de alguns vilarejos passaram a sofrer de malária, um problema que não ocorria antes.

Ban afirmou que a situação é alarmante e que o mundo precisa dar uma resposta rápida e coordenada ao desafio do aquecimento global.

Da Tanzânia, ele embarca para a República Democrática do Congo e logo após para o Egito, onde encerra sua visita oficial à África.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud