Crime organizado ameaça paz
BR

27 fevereiro 2009

Escritório dos Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, afirma que conflitos criam condições para o enriquecimento ilícito, seja ele com drogas, recursos naturais ou tráfico de armas e de seres humanos.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York*.

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, disse que o crime organizado ameaça a consolidação da paz em áreas afetadas por conflito.

A agência afirma que situações de conflito criam condições permitindo o enriquecimento ilícito, por recursos naturais, tráfico de armas ou de seres humanos, e a criação de mercados lucrativos para contrabandos.

Instabilidade

Leia o boletim de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

"Segundo o Unodc, grupos criminosos se beneficiam da instabilidade e, por isso, têm pouco interesse em promover a paz.

A agência afirma que o crime organizado representa uma ameaça séria para a instauração e consolidação da paz. E que, devido à natureza transnacional, tem conseqüências sobre a segurança regional.

Segundo o chefe do Unodc, Antonio Maria Costa, as Nações Unidas têm mais de 130 mil soldados e 10 mil policiais e apenas 10 especialistas em crime organizado.

Assistência

O porta-voz da agência, Walter Kemp, afirmou que o órgão está tomando as providências para resolver o problema.

Além de criar ferramentas para a luta contra o crime organizado, o Unodc promove pesquisas sobre o tema e assistência aos governos para a criação ou restauração do sistema jurídico em áreas afetadas por conflitos."

Entre os países assistidos pela agência estão Afeganistão, Guiné-Bissau, República Democrática do Congo, Somália, Haiti e Timor-Leste.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud