Safra de arroz será melhor do que previsto, diz FAO (Português para o Brasil)

25 fevereiro 2009

Mas, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação alerta que a desaceleração da economia mundial afetará os mais pobres e o acesso à alimentação básica.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, anunciou, nesta quarta-feira, que a colheita do arroz plantado em 2008 deve encerrar com resultados melhores do que o esperado.

Mas a FAO alertou que a desaceleração da economia mundial pode anular os benefícios alcançados para os consumidores mais pobres.

Preços Altos

Segundo a agência, a colheita da plantação de 2008, que encerra na Ásia, em maio deste ano, deve atingir 638 milhões de toneladas. Sendo 3,5% a mais do que em 2007.

A maior parte da produção global deve se concentrar na Ásia e na África.

A FAO lembrou que no final do ano passado, os preços do arroz estavam em média 80% mais altos do que em 2007.

De acordo com uma economista da agência, Concepcion Calpe, este aumento fez com que produtores e governos plantassem mais, estimulando a produção, mesmo com os preços dos combustíveis e fertilizantes mais altos.

Desafios

Além disso, governos em todas as partes do mundo tomaram medidas para tentar minimizar as conseqüências da crise alimentar sobre os mais pobres, aumentando a produção de arroz e mantendo os preços acessíveis para os consumidores.

Segundo o documento, os desafios em 2009 poderão ser ainda maiores devido à desaceleração da economia mundial.

De acordo com a FAO, o arroz é o alimento básico para cerca de 2,5 bilhões de pessoas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud