Colômbia tem grave situação humanitária, diz ONU
BR

24 fevereiro 2009

Subsecretário-geral de Assistência Humanitária das Nações Unidas, John Holmes, pediu mais esforços para garantir proteção aos civis e ajuda aos deslocados internos e outros grupos vulneráveis no país.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

O subsecretário-geral de Assistência Humanitária das Nações Unidas, John Holmes, iniciou, nesta segunda-feira, uma avaliação das operações de assistência às vitimas de desastres naturais e conflito civil na Colômbia.

Holmes parabenizou os progressos alcançados pelo governo, mas afirmou que o país enfrenta uma situação humanitária grave e que muito mais precisa ser feito para garantir proteção aos civis e ajuda aos deslocados internos.

Desastres Naturais

Ainda nesta segunda-feira, o subsecretário-geral se encontrou com ministros e outros representantes do governo da Colômbia e membros da sociedade civil e de organizações não-governamentais.

Holmes pediu mais diálogo sobre a situação humanitária afetando o país e a resposta apropriada. E falou ainda sobre a necessidade de melhoria do sistema de resposta a desastres naturais.

Segundo as Nações Unidas, a Colômbia foi atingida por uma das temporadas de chuva mais rigorosas na história, destruindo 44 mil hectares de plantações e atingindo 1 milhão de pessoas.

Violência

Além disso, a violência contínua no país gerou deslocamentos internos massivos.

Holmes expressou preocupação com a situação de comunidades indígenas e afro-colombianas. E afirmou que é preciso dedicar mais atenção ao futuro destes e outros grupos vulneráveis que têm uma dependência e uma ligação especial com suas terras.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud