Acidente com barco na costa do Iêmen mata seis
BR

24 fevereiro 2009

Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados diz que 11 estão desaparecidos; eles teriam sido forçados a pular no mar por traficantes de seres humanos.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou, nesta terça-feira, que seis pessoas morreram e 11 estão desaparecidas após um outro acidente com barco na costa do Iêmen.

Segundo a agência, as pessoas teriam sido forçadas a pular de uma embarcação em alto mar por traficantes de seres humanos.

Sobreviventes

De acordo com relatos de sobreviventes, o barco saiu de Suweto, na Somália, na quinta-feira. A embarcação teria 52 passageiros, entre eles somalis e etíopes.

O porta-voz do Acnur, Ron Redmond, disse que ao avistar a polícia iemenita, os traficantes se recusaram a chegar perto da costa e forçaram as pessoas a pular na água.

Segundo relatos, 35 sobreviventes teriam chegado até a costa perto de Huseya, no Iêmen, e foram ajudados pelo Acnur.

Travessia

Redmond lembrou que este é o terceiro acidente fatal com embarcações no Golfo do Áden desde o início do ano. Segundo ele, quase 10 mil pessoas chegaram a costa do Iêmen desde janeiro.

Em 2008, 50 mil pessoas atravessaram o golfo para chegar ao Iêmen.

*Apresentação - Mônica Villela Grayley, da Rádio Onu em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud