ONU apela para proteção de civis no Sri-Lanka
BR

17 fevereiro 2009

Nações Unidas dizem a governo e rebeldes que parem confrontos em áreas residenciais.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas apelaram, nesta terça-feira, a grupos rebeldes e ao governo do Sri-Lanka que parem de lutar em áreas onde há muita concentração de civis.

Tropas do governo estão combatendo militantes do grupo separatista Tigres de Libertação do Tâmil Eelam, que luta por independência há mais de 25 anos.

Crianças

Regiões como Vanni, no norte da ilha, antes consideradas seguras, foram alvos de ataques durante o fim de semana.

De acordo com o comunicado da ONU, os dois lados precisam encontrar uma solução para o confronto, para que civis, principalmente crianças, não sejam alvos dos ataques.

O conflito entre as forças do governo e os Tigres do Tâmil já afetou mais de 250 mil civis.

O grupo mantém preso um funcionário das Nações Unidas. A ONU pede urgentemente que ele seja libertado e disse que os rebeldes não devem recrutar civis.

O comunicado da ONU alerta ainda que o grupo Tigres de Libertação do Tâmil estaria proibindo os moradores de deixarem a região e atirando contra quem desrepeitar as ordens.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud