Políticas sobre população cruciais para o desenvolvimento (Português para África)

9 fevereiro 2009

Uma reunião na Tailândia alerta para a estreita ligação entre políticas populacionais e a realização dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A saúde reprodutiva, a igualdade de gênero e políticas que lidam com a população são cruciais para a redução da pobreza na região da Ásia e do Pacífico, revelaram especialistas regionais.

Uma reunião em Banguecoque para rever os planos adoptados pela Quinta Conferência sobre População na Ásia e Pacífico, em 2002, concluiu que as medidas propostas na altura continuam relevantes face à crise financeira e o seu impacto sobre os pobres.

Pobreza

Thelma Kay, da Comissão Social da ONU para a Ásia e o Pacífico, Escap, disse à reunião que as estratégias e as acções planeadas para alcançar os objectivos na área da população são cruciais para a realização das Metas de Desenvolvimento do Milénio.

A percentagem de asiáticos que vive na pobreza caíu de forma significativa nas últimas duas décadas, mas a reunião de Banguecoque alertou que a crise económica global poderia voltar a aumentar o número de pobres.

Água

Entretanto, um relatório das Nações Unidas revelou que centenas de milhões de pessoas no sul da Ásia enfrentam uma crise crescente de água, devido a mudanças climáticas, uma super exploração de recursos hídricos e cooperação inadequada entre países.

Segundo o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, um quarto da população global vive naquela região mas apenas tem acesso a cinco por cento dos recursos hídricos do planeta.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud