ONU quer angariar US$ 604 milhões para o Afeganistão

3 fevereiro 2009

Fundos serão dedicados à compra de alimentos, remoção de minas antipessoais e acções de combate à pobreza crónica.

Mônica Villela Grayley e Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas lançaram, nesta terça-feira, um Plano de Acção Humanitária para o Afeganistão. O apelo foi apresentado em Genebra, na Suíça, pelo subsecretário-geral da ONU para Assistência Humanitária, John Holmes.

A organização quer angariar cerca de US$ 604 milhões. Mais da metade do dinheiro será destinada à compra de alimentos.

O encarregado do Ocha, em Nova Iorque, Carlos Monteiro, disse à Rádio ONU, que os afegãos ainda estão a sofrer com os efeitos da seca em 2008.

Pobreza Crónica

"O Afeganistão é um país vulnerável a desastres naturais. Um dos mais constantes é exatamente a seca. No ano passado, eles tiveram um déficit alimentar terrível. É preciso garantir as necessidades básicas em termos de comida. Estamos a falar de comida para 8,7 milhões de pessoas no apelo este ano. Esta é a maior parte do documento", explicou.

O apelo prevê ainda US$ 100 milhões para ações de remoção de minas antipessoais plantadas no país durante anos de conflito civil.

Segundo o Ocha, o apelo das Nações Unidas inclui também acções de combate à pobreza crónica.

O Afeganistão é um dos países com os mais baixos indicadores de desenvolvimento humano.

*Apresentação: Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud