ONU lança apelo para o Afeganistão (Português para o Brasil)

3 fevereiro 2009

Plano de ação quer levantar US$ 604 milhões neste ano; mais da metade será dedicada à compra de alimentos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas lançaram, nesta terça-feira, um Plano de Ação Humanitária para o Afeganistão. O apelo foi apresentado em Genebra, na Suíça, pelo subsecretário-geral da ONU para Assistência Humanitária, John Holmes.

Compra de Alimentos

A organização está pedindo cerca de US$ 604 milhões, o equivalente a mais de R$ 1,3 bilhão. Mais da metade do dinheiro será destinada à compra de alimentos.

O encarregado do Ocha, em Nova York, Carlos Monteiro, disse à Rádio ONU, que os afegãos ainda estão sofrendo com os efeitos da seca em 2008.

"O Afeganistão é um país vulnerável a desastres naturais. Um dos mais constantes é exatamente a seca. No ano passado, eles tiveram um déficit alimentar terrível. É preciso garantir as necessidades básicas em termos de comida. Estamos a falar de comida para 8,7 milhões de pessoas no apelo este ano. Esta é a maior parte do documento", explicou.

Minas Antipessoais

O apelo prevê ainda US$ 100 milhões para ações de remoção de minas antipessoais plantadas no país durante anos de conflito civil.

Carlos Monteiro afirmou que o plano de ação dará assistência aos refugiados afegãos que estão retornando à casa.

"Estamos a falar, nos últimos quatro anos em 5 milhões de afegãos. Estes também precisam de apoio em todos os níveis, saúde, educação, água. Há ainda os deslocados internos. Por causa dos combates no sul, muitos têm que se mover para o centro e para o norte. Tudo isso junto é bem complexo. Ainda há a situação das agências de segurança que precisam de medidas de proteção para fazer seu trabalho", disse.

Segundo o Ocha, o apelo das Nações Unidas inclui também ações de combate à pobreza crônica.

O Afeganistão é um dos países com os mais baixos indicadores de desenvolvimento humano.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud