Funcionário da ONU é seqüestrado no Paquistão
BR

2 fevereiro 2009

Chefe do subescritório do Acnur em Quetta, John Solecki, foi levado por homens armados; motorista morreu no ataque.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que o chefe do escritório regional da agência em Quetta, no Paquistão, John Solecki, foi seqüestrado nesta segunda-feira.

No ataque, o motorista do Acnur, Syed Hashim, foi alvejado a tiros e morreu depois no hospital.

Famílias

O alto comissário da ONU para Refugiados, António Guterres, disse que está profundamente chocado e triste com o ataque.

Segundo o Acnur, homens armados emboscaram o carro da agência por volta de 8 horas da manhã, horário local.

O porta-voz do Acnur, William Spindler, disse à Rádio ONU, de Genebra, que o chefe da agência visitou as famílias das vítimas.

Deslocados

"O alto comissário da ONU prestou solidariedade às famílias dos dois colegas e lembrou que a segurança das pessoas que trabalham com refugiados e outras, em situação de vulnerabilidade, deve ser respeitada", afirmou.

Guterres disse ainda que a agência fará todo o possível para assegurar a libertação do funcionário seqüestrado.

O Acnur atua em mais de 110 países dando assistência a refugiados, deslocados e vítimas de conflitos civis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud