ONU debate situação de mulheres na Alemanha
BR

2 fevereiro 2009

País é analisado, nesta segunda-feira, durante 43ª. sessão da Comissão das Nações Unidas para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra Mulheres.

A situação das mulheres na Alemanha está sendo avaliada, nesta segunda-feira, por especialistas da ONU durante a sessão da Comissão das Nações Unidas para Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra Mulheres, Cedaw.

O grupo está reunido em Genebra, na Suíça, para seu encontro bianual.

Forma

Um dos pontos do relatório analisado pela Cedaw é a política de igualdade entre homens e mulheres.

De acordo com a Associação de Advogadas da Alemanha, o Ato Geral de Tratamento Igual não estaria sendo aplicado de forma eficiente.

A vice-presidente da Cedaw e professora de Direito, Silvia Pimentel, disse à Rádio ONU, de Genebra, que mulheres que vivem em países desenvolvidos não estão livres de preconceitos.

Mercado de Trabalho

"Nós encontramos ainda uma situação de discriminação, que é até de violência contra as mulheres. O movimento de mulheres, há 40 anos, tem lutado pela igualdade em todos os países. Mas é impressionate que nestes países europeus, ou em países desenvolvidos, ainda haja traços de discriminação que se devem a esta ideologia patriarcal, que na linguagem popular, é conhecida como ideologia machista", explicou.

Um relatório paralelo, apresentado pela Aliança de Organizações Femininas da Alemanha, revela que as mulheres do país continuam levando desvantagem no mercado de trabalho.

Segundo o grupo, as alemãs recebem, em média, 22% a menos, que os homens no país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud