Ban saúda acordo político no Zimbabué

30 janeiro 2009

O Secretário-Geral reiterou o apoio da ONU à implementação do acordo e pediu ao novo governo de unidade nacional para respeitar as liberdades democráticas no país.

 Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.

 O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, saudou o acordo político alcançado esta sexta-feira no Zimbabué, após a decisão do Movimento para Mudanças Democráticas, MDC, de se juntar a um governo de unidade nacional.

 Num comunicado emitido pelo seu porta-voz em Nova Iorque, Ban disse que o acordo respeitava o Tratado Global de Paz de 15 de Setembro e o comunicado da Cimeira Extraordinária dos Chefes de Estado e de Governo da África Austral, Sadc de 27 de Janeiro.

O Secretário-Geral reiterou o apoio total das Nações Unidas à implementação do acordo e apelou ao novo governo de unidade nacional para tomar todas as medidas necessárias para enfrentar as crises económica e humanitária, e respeitar as liberdades democráticas.

Partilha de Poder

O acordo de partilha de poder entre o MDC e o partido governamental, Zanu-pf, foi assinado em Setembro do ano passado, mas tem sido alvo de acesas disputas desde então. O líder do Movimento para Mudanças Democráticas, Morgan Tsvangirai, assumirá o cargo de primeiro ministro no dia 11 de Fevereiro, ao abrigo do acordo.

O Zimbabué enfrenta uma grave crise alimentar e uma inflacção galopante. O país tem também sido afectado por um grave surto de cólera que já matou mais de 3 mil pessoas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud