FMI prevê paralisação da economia mundial

28 janeiro 2009

Num relatório publicado em Washington, o FMI revela que os mercados financeiros permanecem sob forte pressão e que a economia global “piorou de forma significativa nos últimos meses”.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York.

O crescimento da economia mundial não deverá ultrapassar os 0,5 por cento em 2009, a taxa mais baixa desde a Segunda Guerra Mundial, alertou o Fundo Monetário Internacional, FMI.

Em Outubro último, o FMI tinha previsto uma taxa de crescimento económico para 2009 de 2,8 por cento.

Num relatório publicado esta quarta-feira em Washington, o Fundo Monetário Internacional revela que os mercados financeiros permanecem sob forte pressão e que a economia global "piorou de forma significativa nos últimos meses".

Paralisação Virtual

O FMI espera agora uma paralisação virtual da economia mundial, com graves consequências para o comércio global. O relatório indica que apesar das várias medidas tomadas por muitos países, as dificuldades financeiras permanecem.

O Fundo Monetário Internacional avança duas medidas importantes para combater a crise: o reforço da cooperação internacional e a injecção de capitais para apoiar "instituições financeiras viáveis".

O FMI conclui o seu relatório afirmando que a economia global deverá experimentar uma recuperação gradual em 2010, com uma taxa de crescimento de 3 por cento.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud