Ameaças a Nobel da Paz preocupam

5 janeiro 2009

Secretário-Geral, Ban Ki-moon, pediu às autoridades do Irã que tomem medidas imediatas para proteger a advogada e ativista, Shirin Ebadi (foto).

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU afirmou que está preocupado com relatos de ameaças contra a ativista de direitos humanos do Irã e Prêmio Nobel da Paz, Shirin Ebadi.

No fim do mês passado, o Centro de Defesa dos Direitos Humanos, dirigido pela ativista, foi invadido.

Licença

Segundo Ebadi, foram levados documentos e materiais do local, grupos de pessoas teriam se reunido em frente ao centro e à casa da ativista para protestar contra ela.

Ban Ki-moon pediu às autoridades iranianas que tomem medidas imediatas para garantir a segurança de Shirin Ebadi.

De acordo com agências de notícias, a operação do governo iraniano foi condenada pela União Européia e pela organização Human Rights Watch.

Autoridades iranianas afirmaram que o centro foi fechado porque estava operando sem licença há alguns anos.

Shirin Ebadi, uma advogada de 61 anos, ganhou o Nobel da Paz em 2003. Ela luta pelos direitos da mulher e outros direitos civis no Irã.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud