Monuc pede a rebeldes da RD Congo para negociarem paz

Monuc pede a rebeldes da RD Congo para negociarem paz

Reunião está marcada para quarta-feira em Nairobi, capital do Quénia; ex-presidente da Nigéria, Olusegun Obsanjo, será mediador do lado da ONU.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Missão da ONU na República Democrática do Congo, Monuc, apelou ao maior grupo rebelde que actua na região este do país para que regresse às negociações com vista ao fim dos confrontos.

A Monuc apela ao Congresso Nacional para a Defesa do Povo que volte às conversações de paz na próxima quarta-feira, em Nairobi, capital do Quénia.

Acusações

As negociações são mediadas pelo enviado especial do Secretário-Geral da ONU, Olusegun Obasanjo, e pelo enviado da União Africana, Benjamin Mkapa.

Na mesma nota, a Monuc rejeita as acusações feitas pelo grupo rebelde sobre o compromisso da missão na protecção dos civis.

A missão diz que está a trabalhar de forma incansável para cumprir o seu mandato de manutenção de paz e assegurar a protecção das população, reforçar as instituições da RD Congo e promover a reconciliação e o diálogo político nacional.

O conflito no este da RD Congo provocou pelo menos 250 mil deslocados desde Agosto.