Unicef lança vacinação maciça na República Centro-Africana

8 janeiro 2009

O objectivo é combater as doenças que são as três principais causas de morte de crianças até aos cinco anos; agência diz que é a maior de sempre no país e que meios de comunicação ajudam a mobilizar.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Fundo das Nações Unidas para Infância, Unicef, iniciou uma das maiores campanhas de vacinação de crianças na República Centro-Africana, onde pretende dar a 800 mil crianças com menos de 5 anos ferramentas contra a malária, sarampo e diarreia.

O Unicef entende que estas doenças são as três maiores causas de morte na infância e todas podem ser prevenidas.

Voluntários

A agência da ONU revelou que a campanha está a ser preparada há quase um ano, o que envolveu a colocação de equipamento de vacinação em vários pontos do país e o treino de mais de 1.750 voluntários e a definição de 885 locais onde as crianças vão ser vacinadas.

O Unicef diz que esta campanha não envolve apenas dar as vacinas às crianças, mas também alertar os pais para a importância da vacinação.

Ofertas

Para isso, uma campanha na rádio e jornais vai acompanhar as acções das equipas que vão estar no terreno ao longo de um mês, vão ser oferecidas barras de sabão para a prevenção da diarreia e distribuidas redes mosquiteiras para evitar os mosquitos que transmitem a malária, a principal causa de morte dos menores na República Centro-Africana.

A acção está a dar frutos, uma vez que o Unicef informou que há longas filas de pais com crianças junto aos hospitais e centros de saúde, à espera de receberem as vacinas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud