Acordo de paz no sul do Sudão faz quatro anos (Português para a África)

9 janeiro 2009

As Nações Unidas pedem compromisso redobrado às partes que assinaram o documento e à comunidade internacional; paz no sul do Sudão passa agora por desarmar, desmobilizar e reintegrar os ex-combatentes.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A ONU assinala esta sexta-feira o quarto aniversário da assinatura do acordo de paz entre o governo do Sudão e o Movimento de Libertação do Povo, MLP.

Segundo a ONU, o entendimento permitiu o fim de um conflito que durou

21 anos, provocando a morte a mais de 3 milhões de pessoas, quatro milhões fugiram das suas casas e cerca de 600 mil procuraram refúgio fora do Sudão.

Compromisso

Numa declaração emitida a propósito do aniversário do fim da guerra entre o governo e os rebeldes do MLP, as Nações Unidas louvaram as partes pela manutenção do compromisso assinado há quatro anos, incluindo pelo cessar-fogo que ainda perdura.

A ONU entende que a paz conseguida por este acordo entra a partir de agora numa nova fase com a proximidade de eleições, com a definição das fronteiras bem como com o processo de desarmamento, desmobilização e reintegração na sociedade dos antigos combatentes.

Face as estes desafios, as Nações Unidas pedem às partes e à comunidade internacional um compromisso redobrado no processo de paz.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud