Ban exige explicação sobre ataque à ONU em Gaza
BR

15 janeiro 2009

Secretário-Geral disse que expressou sua indignação ao governo de Israel durante reunião com ministros da Defesa e do Exterior; três funcionáros ficaram feridos; Israel falou em ‘grave erro’.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas exigiram ao governo de Israel que dê explicações sobre o ataque à sede da ONU em Gaza, realizado nesta quinta-feira.

Segundo o porta-voz da Agência de Assistência aos Refugiados Palestinos, Unrwa, três funcionários da ONU foram feridos no ataque.

Comboio

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon que está em visita ao Oriente Médio, expressou sua indignação ao governo israelense ao se encontrar com o ministro da Defesa, Ehud Barak, e a ministra das Relações Exteriores, Tzipi Livni.

Barak disse a Ban que o ataque à ONU foi um erro grave e que o assunto seria tratado de forma muito séria.

Ban afirmou, num comunicado, que o governo israelense garantiu que o caso não se repetiria.

Na semana passada, dois motoristas de um comboio de ajuda humanitária, contratado pela ONU, foram mortos após um ataque de Israel.

Dois Estados

No início do mês, duas escolas da ONU também foram bombardeadas.

Em sua reunião com os ministros, Ban Ki-moon disse que é hora de acabar com a violência em Gaza e prosseguir com as negociações para a criação de um Estado palestino e outro judaico como única solução para segurança duradoura em Israel.

Ban condenou os ataques com foguetes contra civis no sul de Israel e disse que está preocupado com o sofrimento dos palestinos em Gaza.

Segundo agências de notícias, mais de 1 mil pessoas já morreram e cerca de 5 mil estão feridas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud