ONU pede a milícias na RD Congo que lutem pela paz (Português para a África)

16 janeiro 2009

Vice-representante especial de Ban Ki-moon no país, Ross Mountain (dir), disse que os rebeldes do grupo Mai Mai devem entregar suas armas.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas pediram a um dos maiores grupos rebeldes na República Democrática do Congo que desarmem-se para juntar-se a um processo de paz duradoura no país africano.

O vice-representante especial de Ban Ki-moon no país, Ross Mountain, disse que os rebeldes do grupo Mai Mai devem entregar suas armas.

DDR

Ele fez a declaração durante uma visita a um campo na província do Kivu Sul. O Mai Mai está a participar de atos de violência no leste da RD Congo.

Mountain afirmou que o grupo deve aderir ao programa da ONU de Desmobilização, Desarmamento e Re-integração, conhecido como DDR.

O campo visitado pelo vice-chefe da Missão da ONU na RD Congo, Monuc, tem capacidade para 400 ex-combatentes.

Mountain também elogiou o programa Amani, criado em Janeiro de 2008, para implementar o acordo de paz entre o governo e rebeldes das províncias do Kivu Norte e Sul.

Cerca de 250 mil pessoas ficaram desabrigadas após reinício de combates, no leste da RD Congo, em Agosto.

Apresentação*: João Rosario.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud