Violência política no Iraque é inaceitável (Português para o Brasil)

19 janeiro 2009

Em duas semanas, dois candidatos às eleições locais, do próximo dia 31, foram assassinados.~~

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O representante especial do Secretário-Geral da ONU no Iraque, Staffan de Mistura (foto), condenou o assassinato de um segundo candidato às eleições locais do país, marcadas para 31 deste mês.

Haytham al-Husseini, que concorria pelo partido Estado da Lei, foi morto a tiros no nordeste da cidade de Hila, na província de Babel. Quatro acompanhantes do candidato ficaram feridos no atentado.

Ameças

Mistura afirmou que o assassinato do político iraquiano é totalmente inaceitável e que o pleito deve prosseguir paficicamente.

Ele condenou o uso da violência, intimidações e ameças para responder à rivalidade política.

O ataque contra Al-Husseini ocorreu duas semanas após o assassinato de um outro candidato, Mowaffaf al-Hamdani, que foi morto num café na cidade de Mosul, no norte do país.

A ONU está dando assistência técnica à Comissão Eleitoral Independente do Iraque. O grupo é responsável por preparar e realizar as eleições deste ano, e as gerais, marcadas para 2009-2010.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud