Investimentos estrangeiros diretos caem 21%, diz Unctad
BR

19 janeiro 2009

Redução, registrada em 2008, representa cerca de US$ 1,4 trilhão; tendência de queda deve permanecer por causa de riscos de recessão.

Carlos Araújo & Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, informou que o fluxo global de investimentos estrangeiros caiu 21% no ano passado. A queda representa um total de cerca de US$ 1,4 trilhão, o equivalente a mais de R$ 3,2 trilhões.

Segundo as estimativas do Unctad, a tendência de queda pode continuar devido aos riscos de recessão em vários países em 2009.

Desaceleração

Leia o boletim de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

“A agência da ONU informou que o declínio pode se acentuar ainda mais devido também às condições do mercado de crédito, à queda nos lucros de empresas internacionais e às perspectivas negativas para o crescimento econômico mundial.

O volume de investimentos estrangeiros diretos deve variar entre países e regiões. Na África, por exemplo, os investimentos não foram afetados, até o momento, apesar da desaceleração da economia global.

No ano passado, o continente africano recebeu mais de US$ 60 bilhões em investimentos estrangeiros. A mesma tendência ocorreu na América Latina e no Caribe que registraram um aumento de 13%.

Brasil

Apesar disso, a América Central e até alguns países caribenhos receberam menos capital por causa da crise nos Estados Unidos.

A Ásia foi a região do mundo mais atingida pela queda na entrada de investimentos externos. O oeste do continente obteve 20% a menos do que em 2007.”

Brasil, Rússia, Índia e China estão entre as economias emergentes que também registraram aumento da entrada de capital direto em 2008, apesar da crise mundial.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud