Cimeira da ONU debate futuro da crise alimentar
BR

26 janeiro 2009

Nações Unidas afirmam que o número de famintos no mundo atingiu quase 1 bilhão em 2008.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.*

Começa nesta segunda-feira em Madri, na Espanha, um encontro de alto nível da ONU sobre Segurança Alimentar.

O evento, que reúne representantes de governos, entidades privadas e grupos da sociedade civil, terá a participação do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon e do primeiro-ministro espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero.

Medidas

O encontro deve analisar medidas para aumentar a produção mundial de alimentos e combater a fome.

De acordo com a ONU, o número de famintos no mundo chegou a 1 bilhão no ano passado.

Segundo as Nações Unidas, o número de subnutridos no mundo atingiu quase 1 bilhão em 2008.

A Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, é uma das agências que coordenam o evento.

Tendência

A especialista da FAO, Cristina Amaral, contou à Rádio ONU, de Roma, o que os governos devem fazer este ano para resolver a crise.

“É muito importante que se dê, de forma contínua, atenção aos problemas de segurança alimentar. É importante que se continue a fazer investimentos na produção dos pequenos agricultores.

Investimentos

É possível que essa tendência do ano passado, de um aumento de quase 75 milhões de pessoas em situação de grande dificuldade alimentar, se mantenha, e que ao invés de reduzirmos a fome no mundo, continue numa tendência de aumento”, detalhou.

O chefe da Força Tarefa da ONU sobre a Crise Alimentar Global disse que a agricultura sofreu com a redução de investimentos nos últimos 30 anos no setor.

O encontro em Madri deve terminar nesta terça-feira.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud