Turismo internacional deve desacelerar (Português para o Brasil)

1 dezembro 2008

Participantes de conferência preparatória da Organização Mundial do Turismo dizem que setor não pode ser visto separadamente das turbulências que afetam a economia global.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial do Turismo, OMT, anunciou, nesta segunda-feira, que o turismo internacional deve enfrentar um crescimento devagar ou negativo durante os próximos seis a nove meses.

O anúncio segue a conferência preparatória para o Comitê de Resiliência da OMT, realizada entre 23 e 24 de novembro em Sharm el-Sheikh, no Egito. O encontro reuniu 175 participantes de 20 países e 14 organizações internacionais

Crescimento Positivo

Segundo o ministro do turismo do Egito e presidente do comitê, Zohair Garrana, a prioridade é lidar com as incertezas macro-econômicas e as conseqüências para o mercado. Além de garantir a flexibilidade de respostas ao problema.

De acordo com os participantes da reunião, o turismo não pode ser visto separadamente das turbulências que afetam a economia global.

Além disso, iniciativas verdes podem contribuir para reduzir a dependência de combustíveis fósseis e promover um crescimento econômico e uma reestruturação de longo prazo.

O Comitê de Resiliência da OMT deve monitorar e avaliar tendências macro-econômicas e do mercado turístico e promover a troca de informações.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud