Iraque registra melhorias na segurança, diz relatório (Português para o Brasil)

2 dezembro 2008

Avaliação semestral sobre situação no país sugere que violência diminuiu, mas direitos humanos ainda enfrentam desafios.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um relatório da Missão de Assistência das Nações Unidas no Iraque, Unami, revela que o país registrou melhorias na segurança, no primeiro semestre deste ano, mas a situação dos direitos humanos ainda é um desafio.

Leia o boletim de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

“A 13ª. avaliação da Unami sobre a situação no Iraque revela que houve uma redução nos níveis de violência no país e no número de ataques de milícias e gangues.

Impunidade

Mas, segundo o representante especial do Secretário-Geral da ONU no Iraque, Staffan de Mistura, as violações de direitos humanos menos visíveis têm de ser denunciadas e expostas.

Mistura afirmou que o Iraque precisa do apoio da comunidade internacional para combater a impunidade.

O relatório da ONU revela que os assassinatos deliberados de jornalistas, médicos, e juristas continuam a ocorrer no Iraque além de seqüestros para pagamentos de resgate.

Tortura

O documento também chama a atenção para casos de intimidações e até assassinatos de minorias religiosas como os ataques contra cristãos no país.

A avaliação da Unama lembrou ainda alegações de tortura de prisioneiros e dos chamados crimes de honra contra mulheres na região do Curdistão, no norte do país.”

O relatório da ONU sobre a situação dos direitos humanos no Iraque recomenda a todas as partes o respeito absoluto a leis humanitárias internacionais e a proteção de civis.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud