Mortes por sarampo caem 74%

4 dezembro 2008

Maior queda ocorreu no leste do Mediterrâneo após iniciativas coordenadas de vacinação e campanhas em vários países e áreas remotas.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas e o Comitê Americano da Cruz Vermelha informaram que as mortes por sarampo no mundo baixaram 74% entre 2000 e 2007.

Segundo o anúncio, a maior redução ocorreu no leste do Mediterrâneo. Em nível global, o número de mortes caiu de 750 mil para 197 mil.

Resultados

Leia o boletim de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

"Afeganistão, Paquistão, Somália e Sudão conseguiram diminuir em até 90% os número de mortes pela doença.

A redução é resultado de uma ação coordenada de campanhas de conscientização e vacinação em áreas remotas de vários países afetados pelo sarampo.

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, Margaret Chan, elogiou os resultados obtidos e pediu aos países que ainda precisam reduzir o número de mortes que se apressem para alcançar a data limite de 2010.

Espaço

Um porta-voz da Cruz Vermelha disse que o sucesso da campanha também se deve a milhares de voluntários e trabalhadores de saúde que, vão de porta em porta, informando sobre a necessidade da vacina contra o sarampo.

A OMS lembrou ainda que em 2007, vários países africanos registraram um espaço na cobertura de vacinações. E pediu que o apoio às campanhas continue.”

De acordo com a ONU, o sudeste da Ásia foi a região com os menores avanços no combate ao sarampo reduzindo em apenas 42% os casos de morte pela doença.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud