Número de violações na RD Congo duplicou, diz ONG

5 dezembro 2008

Segundo organização religiosa, na província do Kassai Ocidental, registaram-se mais de 150 violações a menores de 17 anos desde Janeiro; maior parte dos agressores seriam vizinhos ou familiares.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A organização não-governamental, Escritório Internacional Católico para as Crianças, afirmou que os casos de violência sexual na província de Kassai Ocidental, na RD Congo, aumentaram 100% desde o início deste ano.

De acordo com a notícia, publicada na página de internet da Missão da ONU para a RD Congo, Monuc, já se registaram até ao momento 153 casos de violações e outro tipo de agressões de carácter sexual na província.

Civis

A ONG ressalta que a região não está em conflito e que a maioria dos agressores seriam vizinhos e familiares das vítimas.

Segundo as alegações, a maior parte das vítimas tem entre 13 e 17 anos.

De acordo com os relatos, o aumento do número de casos deve-se não só às denúncias das vítimas como à sensibilização da sociedade civil para o problema da violência sexual.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud