Perspectiva Global Reportagens Humanas

Número de violações na RD Congo duplicou, diz ONG

Número de violações na RD Congo duplicou, diz ONG

Segundo organização religiosa, na província do Kassai Ocidental, registaram-se mais de 150 violações a menores de 17 anos desde Janeiro; maior parte dos agressores seriam vizinhos ou familiares.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A organização não-governamental, Escritório Internacional Católico para as Crianças, afirmou que os casos de violência sexual na província de Kassai Ocidental, na RD Congo, aumentaram 100% desde o início deste ano.

De acordo com a notícia, publicada na página de internet da Missão da ONU para a RD Congo, Monuc, já se registaram até ao momento 153 casos de violações e outro tipo de agressões de carácter sexual na província.

Civis

A ONG ressalta que a região não está em conflito e que a maioria dos agressores seriam vizinhos e familiares das vítimas.

Segundo as alegações, a maior parte das vítimas tem entre 13 e 17 anos.

De acordo com os relatos, o aumento do número de casos deve-se não só às denúncias das vítimas como à sensibilização da sociedade civil para o problema da violência sexual.