Começam negociações sobre conflito na RD Congo

8 dezembro 2008

Governo e rebeldes da RD Congo sentam-se esta segunda-feira, em Nairobi, à mesma mesa para debater cessar-fogo no Kivu Norte num encontro mediado pela ONU.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O enviado especial do Secretário-Geral da ONU para a RD Congo, Olusegun Obasanjo (foto), antigo presidente nigeriano, desloca-se esta segunda-feira a Nairobi, no Quénia para mediar um encontro entre representantes do governo da RD Congo e do movimento rebelde Congresso Nacional de Defesa do Povo.

A reunião acontece depois do representante especial de Ban Ki-moon ter realizado consultas com os Chefes de Estado da região, com o governo e com o grupo rebelde da RD Congo, e com outros membros de rebeliões que afectam o território congolês.

Empenho

Segundo a ONU, em todos os contactos, Obasanjo pediu um empenho forte no diálogo, respeito pelo cessar-fogo e ajuda para conter a crise humanitária que está a resultar dos combates.

Acesso

No terreno, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, anunciou que está desde a última semana a prestar ajuda em três campos espontâneos de deslocados internos, até agora de difícil acesso.

No conjunto, o Acnur estima que mais de 90 mil pessoas chegaram a viver nestes locais onde os congoleses em fuga se juntaram sem qualquer tipo de serviços ou apoio externo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud