Acnur diz que falta apoio para refugiados

11 dezembro 2008

António Guterres (foto) apela à comunidade internacional que faça mais na protecção dos refugiados.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Alto Comissário das Nações Unidas para Refugiados, António Guterres, disse que o mundo não está a fazer o suficiente para ajudar os refugiados.

As declarações foram produzidas na abertura da segunda edição do Diálogo com o Alto Comissário sobre Desafios da Protecção, em Genebra, na Suissa, sobre soluções para a situação dos povos que são obrigados a fugir das suas casas devido a crises naturais ou guerras.

Perigos

António Guterres disse que a falta de apoio aos refugiados resulta numa grande exposição das pessoas nestas condições a vários perigos e a grandes restrições das suas liberdades e direitos.

Guterre adiantou ainda que a busca de soluções para os refugiados deve ser uma responsabilidade de todos e que “não é justo nem realista” deixar a procura de soluções apenas para os países acolhedores de refugiados.

Situação Difícil

O encontro de Genebra reúne cerca de 300 representantes de 50 governos e organizações não governamentais.

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, existem cerca de 6 milhões de pessoas no mundo, em 30 situações de refúgio que se prolongam há mais de cinco anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud