Brasil propõe à ONU metas sobre direitos humanos
BR

12 dezembro 2008

Apresentação foi feita nesta sexta-feira, na sede da ONU em Genebra, pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Brasil lançou, nesta sexta-feira, um conjunto de metas voluntárias sobre avanços na área dos direitos humanos, por parte dos países-membros das Nações Unidas.

O documento, com 10 metas, inspirado nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, foi apresentado, oficialmente, ao Conselho de Direitos Humanos, com sede em Genebra, na Suíça.

Escolas

Pela proposta, levada ao órgão pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, o Brasil sugere a criação de uma disciplina de Direitos Humanos nas escolas e universidades.

Outra das 10 metas voluntárias é a eliminação de discriminações e o fortalecimento da luta contra a fome e a pobreza.

Nesta entrevista à Rádio ONU, antes da reunião, o ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, disse que 2008 é um ano de conquistas na área.

Intolerância

“Marcamos os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e temos muitas causas no Brasil como o combate à pobreza, à tortura, ao trabalho escravo”, explicou.

Os países que aderirem ao conjunto de metas também se comprometem a promover ações contra intolerância e de defesa dos direitos humanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud