Sobe para 50 mil iraquianos reassentados, diz Acnur BR

Sobe para 50 mil iraquianos reassentados, diz Acnur

O programa abrange Egito, países do Golfo, Irã, Jordânia, Líbano, Síria, Turquia e Iêmen, e oferece asilo para quem foge de violência e perseguição.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, informou que o programa de reassentamento da agência acaba de acolher 50 mil iraquianos.

Pela iniciativa, vítimas de perseguição e violência no Iraque abrigadas no exterior, podem pedir asilo num terceiro país, caso tenham que deixar o primeiro ou não se sintam seguras para retornar ao Iraque.

Nova Realidade

Leia o boletim de Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

“O programa de reassentamento do Acnur cobre Egito, países do Golfo, Irã, Jordânia, Líbano, Síria, Turquia e Iêmen, na região.

A iniciativa começou no ano passado quando alguns refugiados afirmaram precisar de abrigo num terceiro país.

Estados Unidos, Canadá, Austrália, Suécia e vários países da União Européia são alguns dos novos destinos. Uma vez aceito, o refugiado recebe aulas numa nova língua e uma ajuda de custo para se adaptar a uma realidade diferente.

Oportunidade

A representante do Acnur na Síria, Laurens Jolles, disse que muitos refugiados estão tendo a oportunidade de reconstruir suas vidas com a iniciativa.

A Síria é o país que mais abriga iraquianos deslocados pela violência.

De acordo com o Acnur, muitos candidatos passam por situação de trauma e têm medo de começar uma vida numa outra nação.”

Desde janeiro deste ano, o programa já recebeu quase 30 mil pedidos, cerca de 30% a mais que em 2007.

Apresentação*: Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.