ONU adopta medidas contra pirataria na Somália

17 dezembro 2008

Resolução do Conselho de Segurança prevê que navios e aviões de guerra dos países e organizações envolvidas no combate à pirataria têm autorização da ONU para perseguir suspeitos e levá-los à justiça.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a pacificação da Somália é um imperativo para resover o problema da pirataria no país.

Num discurso no Conselho de Segurança, Ban disse que a pirataria é um sintoma do estado de anarquia que presiste na Somália há 17 anos.

Medidas

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reforçou esta terça-feira as medidas para combater a pirataria nas costas da Somália.

Na resolução adoptada pelo Conselho ficou decidido que os países com meios militares aéreos e navais possam patrulhar as regiões onde os piratas actuam. No caso de detectarem actividades ilícitas, têm autorização para perseguir e entregar à justiça os indivíduos suspeitos.

O Conselho decidiu que durante um ano, os países e organizações regionais envolvidas podem tomar todas as medidas que entendam necessárias no combate contra a pirataria.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud