ONU renova missão na RD Congo por mais um ano

22 dezembro 2008

Conselho de Segurança decidiu prolongar presença de tropas até Dezembro de 2009 com um reforço de cerca de 4 mil elementos.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou, esta segunda-feira, a manutenção da Missão na República Democrática do Congo, Monuc, por mais um ano.

O órgão decidiu aumentar o número de efectivos da Monuc dos 17 mil soldados para 19,8 mil militares, mais de 700 observadores e cerca de 1,4 mil elementos da polícia.

Denúncias

O Conselho de Segurança condenou o Congresso Nacional de Defesa do Povo, Cndf, o movimento rebelde contra o governo, por repetidas acções militares nos últimos meses, que provocaram milhares de deslocados internos. A ONU considera que o conflito já provocou cerca de 250 mil deslocados.

O órgão também sublinhou que um dos maiores obstáculos à concretização da paz na região das províncias do Kivu é a presença e as actividades de grupos armados ilegais no território da RD Congo, incluindo das Forças Democráticas de Libertação do Ruanda, Rdlr, que representam, de acordo com a ONU, uma das principais razões para o conflito que se regista na região.

Alvos

Esta segunda-feira, a Monuc revelou que já chegaram a 100 os ataques ao pessoal humanitário na RD Congo.

Na última semana foram registados cinco incidentes, desde o confisco de material e veículos a pilhagens de ajuda de emergência, além de um ataque com armas de fogo contra um comboio humanitário.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud