Crise atingirá mais pobres em 2009, diz Cepal BR

Crise atingirá mais pobres em 2009, diz Cepal

Comissão Econômica para América Latina e Caribe prevê aumento de desemprego e queda no envio de remessas do exterior, já no próximo ano.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Famílias mais pobres devem sofrer mais com os efeitos da crise econômica na América Latina e no Caribe, em 2009.

A previsão é da Comissão Econômica da ONU para a região, Cepal, com base no Balanço Preliminar das Economias para América Latina e Caribe 2008.

Desemprego

O estudo, publicado na semana passada em Santiago do Chile, sugere que o próximo ano trará um aumento nos índices de desemprego e diminuição no número de remessas de trabalhadores migrantes.

Segundo especialistas, os lares mais pobres serão os mais afetados com a queda no crescimento regional, que deverá passar de 4,6% em 2008 a 1,9% em 2009.

Para a Cepal, a situação deverá ser mais grave nas zonas rurais e nos lares chefiados por mulheres.