Conselho de Segurança pede paz no Burundi

23 dezembro 2008

As Nações Unidas querem que o governo e o principal grupo rebelde terminem o processo de paz nas próximas; missão da ONU no país foi renovada por mais um ano.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Conselho de Segurança da ONU pediu ao governo do Burundi e ao maior grupo rebelde do país, Palipehutu-FNL, que terminem a fase final do processo de paz até ao fim do ano.

No mesmo pedido, o Conselho solicita que as partes não desenvolvam nenhuma actividade que possa levar ao regresso aos confrontos.

Longo Prazo

O pedido foi feito durante uma reunião no Conselho de Segurança, esta segunda-feira, para debater a situação no Burundi.

O órgão da ONU decidiu prolongar até Dezembro de 2009 o mandato do Escritório Integrado da ONU no Burundi, Binub.

Segundo o Conselho, a ONU e a comunidade internacional, como um todo, devem manter o esforço para consolidar a paz no Burundi e o desenvolvimento do país a longo prazo.

Numa declaração aprovada por unanimidade, o Conselho solicitou ao movimento rebelde Palipehutu-FNL que trabalhe com o governo e com o Mecanismo Conjunto e de Monotorização e pediu a todos os parceiros internacionais que convençam os combatentes do movimento a dirigirem-se às zonas de acantonamento e a entregarem as armas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud