ONU lança campanha para crianças somalis

26 dezembro 2008

Unicef e OMS querem reunir dinheiro suficiente para dar condições de sobrevivência a milhões de crianças da Somália e às suas mães; vacinação e outros cuidados médicos são prioridades.

João Rosário, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As agências da ONU na Somália lançaram uma campanha internacional de angariação de fundos para assistir a 1,5 milhão de crianças somalis com idade até cinco anos e às mães recentes.

O objectivo é conseguir vários milhões de dólares para viabilizar projectos e iniciativas que promovam as possibilidades de sobrevivência dos menores deste país do Corno de África.

Vacinação

A campanha tem o nome de Dias da Sobrevivência Infantil, foi lançada esta quinta-feira pelo Fundo das Nações Unidas para Infância, Unicef, e pela Organização Mundial da Saúde, OMS, em Hargeisa, na Somalilandia.

Com esta iniciativa, as agências da ONU pretendem vacinar as crianças contra o sarampo, difteria, tétano, polio e tosse convulsa, também conhecida por coqueluche.

De acordo com a ONU, a campanha pretende disponibilizar suplementos da vitamina A, componentes nutritivos e re-hidratação bem como desinfectantes para a água.

Crianças em Risco

As organizações querem promover a amamentação junto às mães e mulheres jovens.

As Nações Unidas calculam que cerca de 3,2 milhões de pessoas, o eqivalente a 40% da população somali, precisam de ajuda.

A ONU estima que mais de 20% das crianças do sul e centro do país com menos de cinco anos sofrem de má nutrição.

A Somália está sem um governo central desde 1991, quando o ex-presidente Mohammed Siad Barre deixou o poder.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud