Brasil deve manter ajuda técnica ao Haiti em 2009
BR

30 dezembro 2008

Missão brasileira na ONU diz que país, que lidera forças de paz na ilha, continuará investindo em desenvolvimento com projetos de assistência e logística.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A embaixadora do Brasil nas Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, disse à Rádio ONU que o país deve manter sua cooperação técnica com o Haiti em 2009.

O Brasil lidera a Missão de Estabilização da ONU na ilha caribenha, Minustah. Junto com a Companhia de Engenharia do Exército, militares brasileiros têm ajudado na criação e até reparo de ruas e pontes.

Segurança

Segundo a embaixadora do Brasil, o país deve manter os projetos técnicos no próximo ano.

“Há também a expectativa de que possamos continuar oferecendo assistência técnica ao Haiti porque é preciso não só investir na segurança, que já é uma realidade no país. Mas, também, é preciso investir no desenvolvimento para que esta segurança seja sustentável ao longo do tempo”, afirmou.

O comando brasileiro das tropas da ONU no Haiti funciona desde 2004, quando o ex-presidente Jean-Bertrande Aristide deixou o poder.

Comidas e Brinquedos

Neste fim de ano, os bóinas-azuis comemoraram o Natal com crianças haitianas na comunidade de Cité Soleil, onde distribuíram comidas e brinquedos.

Uma outra operação com donativos foi feita em Cité Militaire, onde mais de 700 famílias receberam cinco quilos de arroz e cinco de leite em pó, cada.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud