OMS confirma casos de febre amarela no Burkina Faso

3 novembro 2008

Autoridades sanitárias decidem levar a cabo campanha massiva de vacinação que abrangerá mais de 350 mil pessoas.

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, confirmou dois casos de febre amarela no distrito de Ouahigouya, no norte do Burkina Faso, perto da fronteira com o Mali.

Um dos casos envolve um bébé de sete meses que recuperou da doença. O segundo caso, um rapaz de seis anos, morreu dois dias depois da confirmação do diagnóstico.

Nenhuma das crianças tinha sido vacinada contra a febre amarela.

Surto

Em resultado deste novo surto da doença, as autoridades sanitárias do país decidiram levar a cabo uma campanha massiva de imunização que abrangerá mais de 350 mil pessoas em Ouahigouya.

Esta campanha preventiva de vacinação, com início marcado para 13 de Novembro, será também expandido a 13 outros distritos sanitários.

O Burkina Faso já pediu mais vacinas contra a febre amarela à Aliança Global para Vacinas e Imunizações, Agvi, uma parceria público-privada da qual faz parte a OMS.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud