George Bush discursa no encontro Cultura da Paz BR

George Bush discursa no encontro Cultura da Paz

Em seu discurso o presidente americano reforçou o apoio dos Estados Unidos à Declaração Universal dos Direitos Humanos e destacou a importância da tolerância religiosa.

Marco Alfaro, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, discursou, nesta quinta-feira, diante da Assembléia Geral das Nações Unidas na sede da ONU, em Nova York, durante o encontro Cultura da Paz.

O evento promovido pela ONU, reúne representantes de mais de 70 países, e tem como objetivo discutir uma variedade de temas, entre eles o combate a desafios globais, como fome, discriminação e pobreza.

Tolerância

Bush reforçou o apoio dos Estados Unidos à Declaração Universal dos Direitos Humanos e destacou a importância da tolerância religiosa. Ele lembrou ainda que a nação americana foi fundada por pessoas que fugiam da perseguição religiosa. Bush citou a primeira emenda da constituição americana que garante a liberdade religiosa para todos.

O presidente americano disse ainda que durante gerações os Estados Unidos têm garantido a liberdade religiosa para outros. Na libertação dos campos de concentração na Europa à proteção de muçulmanos no Kosovo e Iraque.

Promoção da Democracia

O presidente americano afirmou ainda que a melhor maneira de garantir a liberdade religiosa é através da promoção da democracia. Bush disse ainda que as pessoas livres podem desafiar o ódio.

A embaixadora do Brasil nas Nações Unidas, Maria Luiza Ribeiro Viotti, esteve entre os 16 representantes de países que discursaram durante o encerramento do encontro Cultura da Paz.