Pnuma lança relatório sobre comércio e meio ambiente (Português para o Brasil)

14 novembro 2008

Estudo lançado pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente indica que recursos naturais representam 60% do total de exportações do Brasil, Paraguai, Chile, Uruguai e Argentina.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, lançou, nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, o relatório GEO Mercosul: Integração, Comércio e Ambiente.

O lançamento foi realizado durante a 9ª Reunião de Ministros de Meio Ambiente do Mercosul e Estados associados.

Recursos Naturais

O documento tem como foco cinco países da região, Argentina, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai, onde recursos naturais representam 60 % do total das exportações.

Segundo o Pnuma, o estudo oferece, pela primeira vez, uma análise sobre a relação entre comércio e o processo de integração regional, e sua dimensão ambiental.

A coordenadora do escritório do Pnuma no Brasil, Cristina Montenegro, falou à Rádio ONU, do Rio de Janeiro, sobre as conseqüências negativas sobre o meio ambiente.

“É um impacto negativo. Exatamente por isso que os Ministros de Meio Ambiente quiseram examinar o tema e tomar medidas para que a maneira como se utiliza os recursos da natureza, tenham cuidado suficiente para que este impacto não seja muito negativo. Por exemplo, se você está exportando madeira, é preciso tomar cuidado para que esta madeira seja certificada, que ela não seja extraída ilegalmente, ou que ela não seja de floretas nativas,” disse.

O relatório destaca ainda as 55 ecoregiões compartilhadas entre os países considerados, o que, segundo o estudo, releva a importância de ações coordenadas na proteção do meio ambiente.

O Brasil ocupa a presidência rotativa do Mercosul.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud