Mais ajuda para vítimas de cheias em Honduras
BR

18 novembro 2008

Agências humanitárias afirmam que as condições de vida das mais de 313 mil pessoas afetadas continuarão precárias por muitos meses devido aos danos à subsistência e infra-estrutura.

Samantha Barthelemy, da Rádio ONU em Nova York.

A porta-voz do Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, em Genebra, Elizabeth Byrs, anunciou, nesta terça-feira, que somente 10% do apelo de US$ 17 milhões, o equivalente a R$ 39 milhões, para Honduras foi alcançado.

O país foi atingido por uma depressão tropical no início do mês de outubro. As áreas mais atingidas incluem Copán, Atlantida e Yoro.

Condições Precárias

Segundo agências humanitárias em Honduras, as condições de vida das mais de 313 mil pessoas afetadas continuarão precárias por muitos meses devido aos danos à subsistência e infra-estrutura.

De acordo com o Ocha, as tempestades destruiram 72 mil hectares de plantio e contaminaram sistemas de água. No região sul do país, mais de mil casas foram inundadas pelas chuvas.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou que está comprando medicamentos e equipamentos médicos para o ministério da saúde do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud